Saiba como precificar seus procedimentos odontológicos

Precificar os procedimentos odontológicos é um problema para você? Se sim, não se preocupe.

Preparamos este conteúdo para facilitar a precificação dos seus serviços de modo que consiga arcar com todos os custos da sua clínica e, ainda, obter lucro.

Confira todas as variáveis que você precisa levar em conta para precificar seus procedimentos de maneira inteligente e estratégica!

Preço é diferente de valor

Primeiro, é importante entender que preço é diferente de valor.

Preço diz respeito ao dinheiro investido em determinado produto ou serviço.

Já valor é um conceito mais subjetivo. Ele envolve as experiências e os benefícios que o paciente terá ao utilizar os serviços odontológicos que você oferece.

Comece pelo custo da hora clínica

Agora, sim, vamos ao que mais interessa: a precificação dos seus procedimentos odontológicos.

É preciso começar pelo custo da hora clínica. Aliás, você sabe como calculá-la?

A hora clínica é o custo, em valores monetários, de cada hora dedicada para atender o paciente em seu consultório.

Há uma fórmula para se chegar a ela. É a seguinte:

Custos fixos mensais (incluindo o pró-labore) / quantidade de horas disponíveis para atender o paciente

Vamos a um exemplo? Suponhamos que os custos fixos mensais do seu consultório sejam de R$ 10 mil. Já seu pró-labore é de R$ 8 mil. O total, portanto, é de R$ 18 mil.

Agora, as horas trabalhadas: Suponhamos que você trabalhe 4 horas por dia.

Se o mês tem 20 dias úteis, você deve multiplicar pela quantidade de horas trabalhadas ao dia. Assim, 20 x 4 é igual a 80 horas.

O cálculo da hora clínica fica assim:

R$ 18.000,00 / 80 = R$ 225,00

Nesse caso, R$ 225 é a sua hora clínica.

Sendo assim, seu consultório deve produzir, pelo menos, R$ 225 por hora para assumir todos os custos e não ter prejuízos no fim do mês.

Descubra o valor de cada procedimento

Depois de calcular a hora clínica, é preciso encontrar o valor de cada procedimento executado em seu consultório.

Suponhamos que sua especialidade seja implantodontia. Nesse caso, deve entrar na conta, entre outras despesas:

  • O tempo total para executar o procedimento (do início ao fim do tratamento);
  • Os custos com materiais odontológicos;
  • Os custos com serviços contratados de terceiros (laboratórios, por exemplo);
  • Impostos e taxas de cartão de crédito;

Margem de lucro almejada.

Agora vamos a um exemplo hipotético para clarear:

  • Tempo total para executar o procedimento: 15 horas
  • Custos com materiais odontológicos: R$ 150
  • Custos com terceiros: R$ 200
  • Impostos: 6%
  • Taxas de cartão de crédito: 2%
  • Lucro: 30%

Para calcular o custo da hora clínica desse procedimento, vamos multiplicar 16 horas (15 mais 1 hora para se preparar) por R$ 225 (sua hora clínica). Resultado: R$ 3.600.

Assim, temos:

R$ 3.600,00 + R$ 150 + R$ 200 + 6% + 2% + 30%

O valor total do procedimento é de R$ 5.451,00

Nessa situação, esse é o valor mínimo para que você consiga arcar com todos os custos e ainda obter um pró-labore de R$ 8 mil e lucro de 30%.

Demais referenciais para precificar seus serviços

Há outros dois referenciais que você precisa ficar de olho para precificar os procedimentos odontológicos de forma estratégica e apropriada. Veja a seguir!

Tabelas do Conselho Regional de Odontologia

Por vezes, o conselho de classe dos profissionais de Odontologia (CRO), disponibiliza os valores referenciais para procedimentos odontológicos. Mas eles nem sempre condizem com o contexto atual e/ou socioeconômico.

Sendo assim, o ideal é olhar também para seus concorrentes diretos e descobrir qual valor eles estão aplicando para realizar os mesmos procedimentos que você executa.

Valores cobrados pela concorrência direta

Um consultório ou uma clínica com posicionamento idêntico ao seu é um concorrente direto. Ou seja, é preciso observar qual o público atendido, a proposta de valor oferecida e a região em que está localizado.

Lembre-se de que esse comparativo serve apenas como parâmetro para você aplicar seus preços. Afinal, eles não podem ser muito superiores ou inferiores aos da concorrência, já que a proposta de valor, nesse caso, é semelhante.

Agora você sabe como precificar seus procedimentos odontológicos. Viu como não é tão difícil como parece? Esperamos que este conteúdo ajude você a praticar valores mais estratégicos e benéficos para você e sua clínica. No mais, sucesso!

​Gostou desse assunto? Então não deixe de conferir em nosso canal do YouTube o #Papo de Dentista – Dicas de como precificar, margem de ganho e reajuste de procedimentos. Clique aqui.

Referência: https://consultordedentistas.com.br/2020/04/08/aprenda-a-calcular-o-preco-dos-seus-procedimentos-odontologicos/

Compartilhar:

Endereço:

Rua Aureliano Guimarães, 172 – Conjunto 1010 Vila Andrade | 05727-160 | São Paulo – SP | Brasil

Telefone:

+55 11 2365-7154

+55 11 2365-7167

 
E-mail:

venda@vatechbrasil.com.br

Todos os direitos reservados a Vatech Brasil.